POLÍTICA

Irão Responde a Donald Trump e proíbe a entrada de Americanos no país

Apos ver o presidente dos Estados Unidos de América, Donald Trump, “proibir” a entrada de Muçulmanos no país, o presidente do Irão não demorou, e deu uma resposta a altura aos EUA.

O Irão pagou pela mesma moeda. Segundo avançou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Mohamad Javad Zarif, aquele país asiático vai proibir a entrada de norte-americanos.

Na sexta-feira passada, Donald Trump assinou uma ordem para suspender a chegada de refugiados e impor controlos aos passageiros vindos do Irão, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iémen.

O ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano considerou a decisão “ilegal, ilógica e contrária às regras internacionais”. E acrescentou que a sua decisão vai manter-se enquanto a medida dos EUA estiver em vigor.

O governante ordenou aos serviços diplomáticos iranianos que ajudem os cidadãos do Irão que foram “impedidos de regressar às suas casas e aos seus locais de trabalho e de estudo” nos EUA.

Os agentes de viagens em Teerão disseram que as companhias aéreas estrangeiras começaram a vedar o acesso dos iranianos aos voos para os EUA.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: