POLÍTICA

Centenas de membros do MDM abandonam o partido e criam Movimento Alternativo de Moçambique (MAMO)

Centenas de dissidentes do segundo maior partido da oposição no país, na província de Nampula, norte do país, acabam de criar um partido politico.

Movimento Alternativo de Moçambique (MAMO) é o nome do novo partido.

Segundo avançou a Voz de América, o mesmo surge na sequencia do mau relacionamento entre os visados e o Movimento Democrático de Moçambique.

Confrontado com a situação, Daviz Simango, presidente do MDM, disse que a criação do novo partido não constitui uma ameaça à sua formação política.

O Secretário-geral da Comissão Instaladora do recém-criado MAMO, Estêvão de Fátima, aponta o tribalismo, nepotismo e falta de transparência no MDM, como sendo um dos factores que contribuiu para a dissidência de alguns membros.

Daviz Simango, presidente da terceira maior força política do país, desvaloriza o abandono destes membros e diz que a mesma prova o exercício democrático em Moçambique.

“Quanto mais partidos políticos existirem é bom e é saudável para a nossa democracia”, disse Daviz Simango, citado pela VOA.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 Comentários

  1. Baptista disse:

    por mim eles deviam sentarem e dialogar em conjunto. pork a população ek sta sofrendo. obrigado

  2. John wetela disse:

    O cúmulo dos males do passado e presentes

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: