POLÍTICA

“Não há envolvimento do Estado no atentado contra Macuane” diz Basílio Monteiro

Após de ter sido tornado público o rapto e baleamento do Politólogo moçambicano, Jaime Macuane, muitos alegaram que o governo estava envolvido. Isto por que o baleamento surgiu duas semanas depois do comentarista do programa Pontos de vista ter mandado várias farpas ao governo.

Macuane defendeu que o estado está acomodado ao crime, por isso não clarifica os assassinatos que se tem registado na nossa pérola do índico.

“Um sistema de justiça que se acomoda perante o crime desta forma e, portanto não existe alguém que toma a iniciativa e tenha a coragem necessária de cumprir com aquilo que é a função do estado, que é não só proteger, mas que pelo menos esclareça esses crimes violentos e se responsabilize quem é o seu autor”.

Basílio Monteiro, ministro do Interior do nosso solo pátrio, vei desmentir todas as especulações quem vem circulando nas redes sociais. Monteiro frisou que o Estado está para proteger e não para atentar contra a vida dos cidadãos.

“Estado não comete crime. O Estado tem como primeira obrigação proteger o povo. E é essa a missão das Forças e Defesa e Segurança”, disse Basílio Monteiro citado pelo O PAÍS. acrescentando que “todos nós sabemos que há armas em mãos alheias, na posse de pessoas sem legitimidade para as ter”, finalizou Monteiro.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

3 Comentários

  1. lopis disse:

    se perguntar quem capinou aqui? todos dezem sou eu, mas se perguntar quem cagou aqui? todos dizem nao sou eu, se foce o mal aceita-se afrelimo podia aceitar o caso d giles sistac, porque tinha toda materia d que mataram mas negaram, naoe hoje que pode aceitar

  2. Tomas disse:

    A frelimo sempre tem razao, nunca tem envolvimento. Politica sua de moçambique. Pronto falei

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: