POLÍTICA

Homens da Renamo atacam autocarros da Nagi, Etrago e Maningue Nice na Zambézia

Os homens Armados da Renamo atacaram hoje, Sábado (21), três autocarros, um da companhia Maningue Nice, outro da Nagi Investimentos e a última foi da Etrago.

O referido ataque ocorreu na tarde de hoje na região de Zero, no Distrito de Mopeia, na província central da Zambézia. Segundo fontes em nosso poder, cerca de seis pessoas foram baleadas.

“Quando chegamos no Zero, ouvimos dizer que o nosso colega da Nagi sofreu um ataque, depois paramos no controlo e saímos. Quando saímos não andamos 1 quilômetro e, fomos atacados. Três pessoas foram baleadas, dos quais um está em estado grave”, disse motoristas do Maningue Nice.

Importa referir, que das 6 pessoas baleadas, duas estão em estado grave e quatro contraíram ferimentos ligeiros, estando a receber tratamento médico no hospital provincial de Quelimane.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 Comentários

  1. Alcinda da Conceição disse:

    Espero que seja um simples palpite. Mas tudo indica que o diplomata tem razão. Perante esta situação, o que fazem as Nações Unidas? Os nossos filhos estão a morrer. As mães que os pariram, choram. Os pais ficam sem os filhos varões. Respondam-me porquê?

  2. meno disse:

    pedimos a liga dos direitos humano para solicitar o grupo de nato par vir remover a frelimo. vamor morer: mas jasamos amorer

  3. abel disse:

    entregam-la as 6 provincias por favor para o fim de tudo, fora de brincadeiras, queira nao queira,

  4. Baptista disse:

    Chega a morte de peassoas inocentes.

  5. Geraldo Merasse disse:

    Essa manisfestao da Renamo vai acabando deixar o pais em chama pk n se procure o culpado e se tome medida duma vez por todas pk esse povo n tem culpa so apenas e’ usado cmo kapa

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: