POLÍTICA

“Eu acho importante que o governo venha a casa do povo nos explicar em detalhes como foi feita essa dívida” diz Verónica Macamo

A ida do governo a casa do povo já havia sido solicitada pela bancada do maior partido da oposição do país, mas foi chumbada pela bancada maioritária da Frelimo. Depois de novas revelações de endividamentos públicos, a presidente da Assembleia da República nega que o órgão tenha recusado discutir as dívidas do estado.

“O que aconteceu é que tinha saído uma informação do estrangeiro e, essa informação foi republicada pelos jornalistas moçambicanos e, a Assembleia da República não pode funcionar na base de jornais. Nos precisávamos de tempo para recolher os dados para depois sentar e ouvir do governo…Nós vamos ouvir do governo. Depois das explicações será mais fácil a Assembleia da República tomar um posicionamento”, disse verónica Macamo.

Numa outra abordagem, a presidente da Assembleia da República disse que cabe a comissão permanente decidir quando é que o governo deve ir a casa do povo prestar contas e esclarecimento sobre as dívidas escondidas.

A presidente da Assembleia da República, Verónica Macamo, considera importante que o governo vá ao parlamento explicar as circunstâncias em que foram contraídas as dívidas reveladas no estrangeiro.

“Eu acho importante que o governo venha a casa do povo nos explicar em detalhes como foi feita essa dívida, os contornos, para podermos nos posicionar”, sentenciou Verónica Macamo

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: