POLÍTICA

Homens armados da Renamo voltaram a atacar colunas de viaturas no troço Save-Muxúngúe

Os homens armados da Renamo voltaram a atacar colunas de viaturas no troço Rio Save-Muxúngúe, mas concretamente em Zove, no Distrito de Chibabava, província de Sofala, centro do país.

No referido ataque, três pessoas ficaram feridas, incluindo uma criança e, duas viaturas ficaram danificadas.
Segundo avançou a Lusa, o ataque ocorreu cerca das 11:00 horas, quando um grupo de homens armados do maior partido da oposição no país, metralhou a coluna escoltada por militares das forças de defesa e segurança, tendo estes parado a escolta e encetado uma perseguição aos atacantes.

“A coluna parou e os militares entraram no mato em perseguição. Ficámos parados durante 40 minutos e depois a marcha foi retomada. Uma criança e dois homens ficaram feridos”, disse uma testemunha que viajava num autocarro que fazia a ligação Vilanculos (província de Inhambane, sul do país) a Beira (Sofala, centro) citado pela Lusa.

Um jornalista que também viajava na coluna relatou à Lusa que os atacantes metralharam a coluna de viaturas a uma distância curta e que chegou a haver troca de tiros entre as forças de defesa e segurança e os alegados homens armados da Renamo.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. o pais ta mal, o q deve se fazer e deixar de
    ser orgulho em ambas parte tanto a Renamo assim como Frelimo…….

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: