POLÍTICA

11 ex-guerrilheiros da Renamo entregam-se ao Governo

11 supostos ex-guerrilheiros do maior partido da oposição no país, abandonaram as matas e se entregaram ontem, Sexta-feira, ao governo para a sua reintegração social podendo, desta forma, beneficiar do Fundo da Paz e Reconciliação Nacional.

Dos referidos ex-guerrilheiros, 10 são oriundos da província de Sofala, e um é da província de Tete, centro do país. Os mesmo, apontam as más condições de vida a que estavam sujeitos, caracterizadas pela falta de alimentação não condigna, e os maus tratos perpetrados pelos seus superiores hierárquicos.

Horácio Massangai, porta-voz do Ministério dos Combatentes, disse que dada a idade juvenil que os desertores apresentam (entre 31 a 37 anos), a maior parte deles serão integrados nas Forças de Defesa e Segurança (FDS), bem como em outras actividades econômicas do desenvolvimento do país.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: