POLÍTICA SOCIEDADE

Duzentos antigos guerrilheiros da Renamo se entregam ao Governo

Um total de duzentos guerrilheiros da Renamo já se entregou ao Governo, sendo o maior número proveniente das províncias de Manica, Sofala, Tete e Zambézia, no centro do país.

Segundo Folha de Maputo, a informação foi tornada pública por Horácio Massangai, da Direcção de Reinserção Social no Ministério dos Combatentes.

Massangai falava quinta-feira na cerimónia de apresentação de mais cinco guerrilheiros “perdiz” que desertaram das fileiras.

Massangai garantiu na ocasião, que todos os guerrilheiros que se apresentarem às autoridades moçambicanas não seriam alvo de qualquer forma de represália e que os mesmo seriam reintegrados no quadro do programa de assistência social implementado pelo Ministério dos Combatentes.

Refira-se que os cinco guerrilheiros da Renamo apresentados na passada quinta-feira optaram em fixar pensão, recusando-se a permanecer no activo.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: