POLÍTICA

“O processo criminal contra Dhlakama é uma Palhaçada” diz Muchanga

O maior partido da oposição em Moçambique, Renamo, considera uma “palhaçada” o anúncio da polícia da abertura de um processo criminal contra o seu líder por homicídio, na sequência dos incidentes registados na passada sexta-feira.

“Eu acho que é palhaçada. A polícia vai abrir um processo contra o presidente da Renamo e não abre um processo contra a pessoa que matou as tais 23 pessoas da Renamo?”, questionou António Muchanga citado pela Lusa.

Qualificando como infeliz o anúncio do Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Muchanga defendeu que as autoridades deviam abrir um processo criminal contra os membros das forças de defesa e segurança envolvidos no incidente.

Sem mencionar o paradeiro do líder do partido, o porta-voz da Renamo afirmou que Afonso Dhlakama apela para a calma e está empenhado em evitar que o país volte a uma nova guerra.

“A nossa prioridade agora é restabelecer o bom ambiente, para que Moçambique não volte à situação que passou durante 16 anos”, acrescentou António Muchanga.

Importa referir que a PRM anunciou a abertura de um processo criminal, por homicídio, contra Afonso Dhlakama.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.