POLÍTICA

Moçambicano agredido por soldados na África do Sul está desaparecido

As agressões foram documentadas em um vídeo amador, publicado nas redes sociais, onde um cidadão moçambicano acusado de roubo, aparece a ser severamente agredido por dois homens vestidos com uniformes militares sul-africanos.

O vídeo com a duração de dois minutos, sem data de gravação, terá sido filmado na área da fronteira de Ressano Garcia, entre Moçambique e a África do Sul.

O Ministério sul-africano da Defesa garante ter identificado, detido e suspendido os dois militares, mas, que até agora, não se sabe quem é o moçambicano agredido no vídeo ou onde ele está. Os dois militares sul-africanos faziam parte de um grupo destacado para a zona fronteiriça para travar a entrada de imigrantes ilegais na África do Sul.

“Estas imagens vêm, mais uma vez, mostrar ao mundo quão xenófobo é a África do Sul. A polícia, como os soldados, deviam ser agentes de tranquilidade. Mas, para os estrangeiros residentes neste país, não passam de caras de terror”, afirma a estudante Nádia Issufo.

É de lembrar que foi no inicio deste ano que decorreram os ataques xenofóbicos na África Do Sul, e mesmo após tal susto e terror, a realização de dois jogos amistosos entre a África do Sul e Moçambique, ainda existem choques entre os dois países, a diáspora moçambicana no país está chocada com este novo caso de violência contra estrangeiros.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. cristina jose disse:

    Assim como eles espulsam outros bem feito

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.