POLÍTICA

Manuel Chang pode vir a ser Julgado em Moçambique

Contra todas as espectativas, o caso Manuel Chang acaba de sofrer uma tremenda reviravolta. Quando tudo indicava que o antigo Ministro das Finanças não escaparia a extradição aos Estados Unidos, eis que o Governo Moçambicano entra em cena.

No passado dia 10 de Janeiro do ano em curso, a Procuradoria Geral Da República de Moçambique submeteu um pedido de extradição de Manuel Chang para Moçambique nos termos de acordos da SADC.

Apercebendo-se da situação, a Defesa do arguído mudou de estratégia, retirando assim o pedido de caução para permitir extradição de Chang para Moçambique.

A situação que não era esperada acabou forçando o adiamento do caso.

Segundo avançou o  Centro de Integridade Pública, a sessão só vai retomar no dia 5 de fevereiro para permitir que se discuta a extradição de Manuel Chang num outro tribunal, o Court C. (agora a audição decorre no Court B).

Joatan J. du Poit, director adjunto do ministério público sul-africano em Joanesburgo confirmou o pedido de extradição de Moçambique e disse que o dos EUA ainda não chegou mas ainda há tempo para isso.

O pedido de adiamento foi formulado pela defesa, aceite pelo ministério público e pela juíza do caso.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: