POLÍTICA

Mulher processa Donald Trump por Assédio e difamação

Uma mulher identificada por Summer Zervos processou, recém eleito Presidente dos EUA, Donald Trump, por difamação, depois de o acusar de conduta sexual imprópria e o republicano lhe chamar mentirosa.

Segundo avançou a imprensa norte-americana, Zervos foi concorrente do programa televisivo ‘The Apprentice’, no qual Trump participou – Zervos acusa Trump de denegrir a sua imagem.

A advogada Gloria Allred, que vai representar Summer Zervos, acusa Trump de ter beijado a sua constituinte duas vezes, contra sua vontade, e de a ter ‘atacado’ num quarto de hotel.

Na altura, em 2015, contou o sucedido à família e amigos, mas pensou que pudesse ter-se tratado de um ato isolado ou que o presidente agora eleito estivesse arrependido.

No entanto, quando em outubro de 2016 surgiu o vídeo do presidente eleito a dizer que não resistia às mulheres e que as abordava como bem lhe apetecesse, Zervos percebeu que as palavras de Trump coincidiam com os seus atos.

Importa referir, que a Summer Zervos é a 13.ª mulher a acusar Donald Trump de assédio sexual, que negou todas as acusações.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. Donald Trump,segundo as suas caracteristica nao tem qualidade de dirigir um pais,e arrogante e e autoritario.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: