POLÍTICA

Juíza contraria Donald Trump e proíbe a deportação de Imigrantes Retidos nos Aeroportos dos EUA

Após notar o desespero dos imigrantes retidos nos Aeroportos dos Estados Unidos, uma juíza federal norte-americana decidiu ao final da noite do passado sábado que os refugiados e outras pessoas que estão a ser afetadas pela nova medida de imigração de Donald Trump, que chegaram aos aeroportos norte-americanos não podem ser deportados, uma vez que têm vistos válidos.

Numa audiência de emergência, a juíza Ann M. Donnelly, do Tribunal do Distrito Federal de Brooklyn, em Nova Iorque, determinou que as autoridades norte-americanas não podem proceder a nenhuma deportação de cidadãos dos sete países de maioria muçulmana visados pelo decreto de Trump – Irão, Iraque, Iémen, Somália, Líbia, Síria, Sudão – que foram autorizados a entrar e chegaram aos Estados Unidos.

Segundo avançou a imprensa norte-americana, essa audiência de emergência surge depois de uma ação movida pela União das Liberdades Civis na América (ACLU) contra a ordem executiva assinada na sexta-feira por Donald Trump, cuja constitucionalidade foi questionada.

Importa Referir, que Donald Trump emitiu um comunicado onde afirma que o decreto anti-imigração nada tem a ver com religião, mas apenas com a segurança do país.

“A América é uma nação de imigrantes orgulhosa e vai continuar a mostrar compaixão por aqueles que sofrem opressão, mas também vamos proteger os nossos cidadãos. A América sempre foi a terra da liberdade e o lar dos bravos”, pode ler-se no comunicado divulgado na sua página do Facebook.

“A minha política é similar ao que o presidente Obama fez em 2011 quando baniu os vistos dos refugiados vindo do Iraque durante seis meses. Os sete países presentes na ordem executiva são os mesmos previamente identificados pela administração Obama como fontes de terror”, continuou.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: