POLÍTICA

Após Jammeh ter abandonado o poder, cerca de 10.5 milhões de Euros desapareceram dos cofres públicos da Gâmbia

Após ex-Presidente Yahya Jammeh ter abandonado o poder, cerca de 10,5 milhões de euros desapareceram dos cofres públicos da Gâmbia, avançou um assessor do novo Presidente, Adama Barrow, citado pela BBC.

A fonte acima, avançou ainda que carros de luxo e outros objetos foram, alegadamente, levados para bordo de um avião de carga chadiano quando Jammeh abandonou o país.

Jammeh, que aceitou ir para o exílio após 22 anos no poder, não comentou ainda as acusações que foram feitas pela equipa do atual Presidente gambiano.

Mai Ahmad Fatty afirmou ainda à BBC que as contas públicas da Gâmbia estão em muito mau estado.

“Os cofres estão virtualmente vazios. (…) Isto já foi confirmado pelos técnicos do Ministério das Finanças e do Banco Central da Gâmbia”, realçou.

Nas duas últimas semanas, disse Fatty, Jammeh levou quase 500 milhões de dalasis (10,555 milhões de euros).

“Isso é muito dinheiro, tendo em conta que nós pagamos cerca de 200 milhões de dalasis em gastos relacionados com os salários dos funcionários públicos”, disse Fatty.

O mesmo assessor acrescentou que os responsáveis do principal aeroporto da Gâmbia receberam ordens para não deixar sair do país quaisquer objetos do Presidente Jammeh.

Ainda assim, dois Rolls-Royces e um Bentley (todos carros de luxo) foram levados de avião durante o fim de semana, e 10 outras viaturas estão no aeroporto à espera de sair, reportou o correspondente da BBC na Gâmbia, Umaru Fofana.

O ex-Presidente gambiano estará exilado na Guiné Equatorial. A BBC deu conta que alguns dos bens de Jammeh estariam na Guiné- Conacri, onde o ex-Presidente terá parado a meio da viagem.

Fonte: Lusa

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: