Sem categoria

Tiririca votou a favor da lei de abuso de autoridade

A Câmara aprovou na madrugada desta quarta (30), por 313 votos favoráveis a 132 contrários, a responsabilização de juízes e de membros do Ministério Público por crimes de abuso de autoridade. O deputado federal Tiririca foi um dos 313 que votou a favor da “Lei de abuso de Autoridade”

A emenda do deputado Weverton Rocha (PDT-MA) teve apenas cinco abstenções e, certamente, irá robustecer o projeto de abuso de autoridade que tramita no Senado sob a relatoria do senador Roberto Requião (PMDB-PR).

Entre os motivos listados pelos deputados está a atuação de juízes e promotores com motivação político-partidária.

O judiciário brasileiro “agradece” ao procurador da República Deltan Dallagnol e à velha mídia pela campanha que o responsabiliza criminal e civilmente.

Pelo Twitter, Deltan reclamou dos deputados: “Está sendo aprovada a lei da intimidação contra promotores, juízes e grandes investigações”.

Para usar a expressão do jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, “MP e Judiciário foram buscar lã e saíram tosquiados”.

A Câmara também aprovou nesta madrugada o projeto de lei com medidas contra a corrupção (PL 4850/16), que prevê a tipificação do crime eleitoral de caixa dois, a criminalização do eleitor pela venda do voto e a transformação de corrupção que envolve valores superiores a 10 mil salários mínimos em crime hediondo. A matéria, aprovada por 450 votos a 1, será enviada ao Senado.

Fonte: Esmael Morais

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: