POLÍTICA

China e Estados Unidos da América apoiam as FADM

O Governo da República Popular da China vai prestar assistência militar a nossa pérola do “Atum”, num apoio orçado em 11 milhões de euros, e que vai incidir na formação de quadros e o acompanhamento técnico em áreas ligadas à defesa, avançou a agência Lusa.

“Este acordo preconiza a construção e apetrechamento do Regimento de Proteção e fortalece os laços de amizade e fraternidade entre as forças armadas dos nossos países”, disse o ministro Defesa de Moçambique, Salvador Mtumuke, citado pela Lusa.

“Com este acordo as Forças de Defesa e Segurança de Moçambique (FADM) vão ganhar mais mobilidade e melhorar os meios disponíveis, condições indispensáveis para a execução das suas missões.”

“Queremos fazer com que o reforço da cooperação continue na nossa agenda para o desenvolvimento das FADM sobre questões de defesa”, acrescentou Salvador Mtumuke.

Ainda no contexto do apoio às FADM, a embaixada dos EUA em Moçambique vai disponibilizar, esta quarta-feira, seis viaturas e oito motorizadas para a execução do programa de cuidados e tratamento a nível da saúde militar, numa doação orçada «em 360 mil dólares (347 mil euros)», segundo um comunicado da representação diplomática norte-americana.

Fonte: Lusa

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: