POLÍTICA

Barack Obama volta a Mandar Recado à Donald Trump

O Presidente afro-americano, Barack Obama, voltou a mandar recado ao recém eleito presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump.

Durante o seu último discurso sobre segurança nacional, em Tampa, Flórida, o atual presidente dos EUA, disse que estigmatizar os muçulmanos e atuar como se o país estivesse em guerra com o Islão daria força aos extremistas e teria um custo humano e moral para os Estados Unidos.

“Nós (Estados Unidos) não impomos testes religiosos como prova para a liberdade”, disse Barack Obama.

Barack Obama referia-se à polémica proposta do Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que vai assumir o poder a 20 de janeiro, de submeter os imigrantes de certos países a uma “supervisão extrema” baseada em “testes ideológicos”.

“Somos um país que derramou sangue contra esse tipo de discriminação e normas arbitrárias”, acrescentou Barack Obama, sem nunca nomear Donald Trump.

O Presidente lembrou que os “terroristas pretendem que nos viremos uns contra os outros” e por isso não convém “abusar de mudanças” na estratégia contra o terrorismo internacional, sublinhando que grupos extremistas como o Estado Islâmico “não representam todos os muçulmanos” do mundo, nem os que vivem nos Estados Unidos.

“Se estigmatizarmos os muçulmanos bons e patrióticos, isso só alimenta o argumento dos terroristas. Se atuarmos como se estivéssemos em guerra com o Islão, não só perderemos mais vidas, como perdemos os nossos princípios, aqueles pelos quais lutamos”, advertiu Barack Obama.

 

 

Fonte: Lusa

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. Mozmassoko,por favor ajuda-me entender se Mocambique terra queimada e um jornal/revista e onde e editado?Quem e o seu editor?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: