POLÍTICA

Presidente do CTA acusou o FMI de estar a agir de má fé no caso da Dívida Moçambicana

O presidente da CTA em Moçambique , Rogério Manuel, acusou o Fundo Monetário Internacional (FMI) de má-fé pela forma como está a tratar a questão da dívida pública de Moçambique, avançou a Agência Lusa.

“Se olharmos para a dívida de Moçambique e olharmos para aquilo que muitos países europeus têm como dívida, em comparação com os recursos [naturais] que Moçambique tem como garantia, [esses países] não chegam aos calcanhares de Moçambique“, disse Rogério Manuel, a margem de um encontro em Maputo entre a direcção da CTA e uma delegação do FMI.

O presidente da CTA, acusou o FMI de estar a ser ríspido com Moçambique, apesar de o país ter condições para, a longo prazo, honrar os seus compromissos com os credores, através dos ganhos que poderá gerar com a exploração dos recursos naturais.

“Quais são os interesses por detrás disto tudo, estou a ver que há interesses além dos interesses comerciais, acho que é má-fé, eu acredito que é má-fé, depois de tanta conversa que tivemos com eles“, sentenciou.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 Comentários

  1. Helena disse:

    Os países europeus contraíram dívidas com autorização diferente de Moçambique que contraiu dívidas que só beneficiaram a um punhado de pessoas e não ao país

  2. Simon disse:

    Fazem e desfazem apenas por existir recursos .

  3. A FMI tem mta razão e não vejo o motivo de acusa-los.
    Mergulhar o pais por divida por confiar os recurso q ainda estao emergir, isso é pensar tardiamente.

  4. Se pelomenos tivessem feito algo q beneficiou o povo pois sim mereciam uma casau… Mas serviu pra um punhal de pessoas e deixando o povo nas escuras, e depois acusarem FMI de má fé, kkkkkk… nem Deus faria isso. Aguentem, afinal se ocultaram não é que iam conseguir gerir?!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: