POLÍTICA

Muchanga acusa membros da Frelimo de Burlarem o povo no caso “Nosso Banco”

O maior partido da oposição na nossa pérola do “Atum”, acusou nesta o partido no poder de ter obrigado entidades públicas a criar um saco azul no Nosso Banco, liquidado este mês, avançou a Lusa.

Durante uma das suas intervenções na “casa do povo”, o porta-voz da Renamo, António Muchanga afirmou que o Governo da Frelimo obrigou o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) e a Electricidade de Moçambique (EDM) a injectarem capital no Nosso Banco, criado em 2001, para beneficiar os accionistas minoritários ligados ao partido no poder.

“O INSS [accionista maioritário] não aproveitou nada destes negócios, quem tirou proveito foram os dirigentes da Frelimo, eles é que foram os verdadeiros beneficiários disto tudo”, disse Muchanga.

Para a Renamo, o Banco de Moçambique (BM) deve divulgar os nomes dos devedores do Nosso Banco e responsabilizar os gestores da instituição por alegada gestão criminosa.

“O povo e as instituições deste país foram burlados”, afirmou.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. Leonardo disse:

    para moz a má jestão now e novidade.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: