POLÍTICA

União Europeia condena assassinato do membro da Renamo Jeremias Pondeca

A União Europeia (UE) condenou o assassinato do membro do maior partido da oposição na nossa pérola do “Atum”, e um dos negociadores das negociações de paz.

“A violência nunca pode ser uma alternativa ao diálogo pacífico”.

Num comunicado, a UE apresenta condolências a familiares e amigos de Jeremias Pondeca.

“É importante que as autoridades não poupem esforços para levar os responsáveis por este crime a responder perante a justiça”, pode ler-se no comunicado.

“A violência nunca pode ser uma alternativa ao diálogo pacífico quando se tenta chegar a uma solução sustentável num conflito político”, pode ler-se numa das passagens do texto, que acrescenta que todas as partes “devem continuar empenhadas nas negociações de paz e evitar ações que ponham em perigo um processo apoiado pelo povo moçambicano”.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 Comentários

  1. Isso é triste esse país ja não dá graça para viver em pleno a luz do sol assassinar um cidadão

  2. omardine juma disse:

    a frelimo esse grime que estam o cometer em havera paz? a final das conta o que é paz?

  3. Jose Albano disse:

    Notifique dobre noticias

  4. Domingos momade disse:

    O mais doloroso é guando nao apanham os criminoso do assaxinado. So se fosse duma simple galinha deriam achado, se fosse um da frelimo seria renamo, agora ki foi da renamo guem matou? Pensao ki nao soubemos qui tiram melhores axassinos da cadeia pra fazer crime e devolvem pra la. Frelimo toma guidado essa é voxo fim, xtamos d olho.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: