POLÍTICA

PRM diz que tudo fará para o rápido esclarecimento do assassinato de negociador da Renamo

A Polícia da República de Moçambique (PRM) disse ontem, Domingo (9), ter iniciado investigações ao assassinato do membro do maior partido da oposição na nossa pérola do “Atum”, nas negociações de paz e conselheiro de Estado, Jerónimo Pondeca, avançou a Agência Lusa.

“A Polícia está efetuar diligências para o esclarecimento do caso”, disse Orlando Modumane, porta-voz do comando da PRM ao nível da cidade de Maputo, durante uma conferência de imprensa em Maputo.

Jeremias Pondeca, foi assassinado no sábado passado na capital moçambicana, Maputo, mas o seu corpo só foi identificado ontem, Domingo, disse à agência Lusa o porta-voz do maior partido de oposição, António Machunga.

De acordo com o porta-voz do comando da cidade da PRM, testemunhas disseram que Pondeca foi alvejado a tiro por quatro desconhecidos, que se transportavam numa viatura Toyota Runx.

“Até agora, não conhecemos o móbil do crime”, avançou Orlando Modumane, salientando que a polícia moçambicana tudo fará para o rápido esclarecimento do crime.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: