POLÍTICA

Governo moçambicano pede ajuda urgente do FMI

O governo moçambicano e o Fundo Monetário Internacional estão a negociar termos de referência da auditoria às empresas que contraíram os “empréstimos secretos”.

Segundo avançou a Voz da América (VOA), o Governo da nossa pérola do índico pediu o reinício das negociações sobre o apoio financeiro do FMI ao país “o mais rapidamente possível.”

A informação foi confirmada por Michel Lazare, chefe da equipa de técnicos do Fundo que terminou nesta quinta-feira, 29, uma visita de uma semana a Maputo.

“No seguimento das reuniões entre o Presidente Nyusi e a diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, em Washington a 15 de Setembro, a missão fez um progresso considerável com a Procuradoria-Geral da República no esboço em detalhe dos termos de referência para uma auditoria internacional e independente à Ematum, Proindicus e MAM (Mozambique Assett Management) com o objectivo de fortalecer a transparência, a governança e a responsabilização para evitar incorrer nos problemas de dívida do passado”, pode ler-se no comunicado divulgado no portal do FMI.

Os técnicos do Fundo advertiram para a necessidade de parar a inflação e a depreciação da moeda, o metical.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: