POLÍTICA

FDS invadem e saqueiam empresa de Afonso Dhlakama em Manica

A crise política e militar que vem se alastrando desde a divulgação dos resultados das últimas eleições presidenciais, em que Filipe Jacinto Nyusi e a Frelimo foram os grandes vencedores, parece estar longe do fim.

A presença dos mediadores internacionais no nosso solo pátrio chegou a trazer alguma esperança para os moçambicanos. Pensou-se que a PAZ não tardaria. Mas foi uma pura ilusão.

A título de exemplo, no passado dia 20 de Agosto (Dia do aniversário da Cidade da Beira), as Forças de Defesa e Segurança tomaram de assalto na província central de Manica, o Estaleiro da empresa mineira SOCADIV Holding Limitada, pertencente ao líder do maior partido da oposição no país, Afonso Dhlakama. Onde levaram quantidades de Turmalinas e quartzo ali armazenados.

Segundo avançou o semanário Canal de Moçambique, o líder da “Perdiz” notificou em carta o ministério dos Recursos Minerais e Energia, Pedro Couto.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

2 Comentários

  1. Ramalho Artur disse:

    pos esta e uma das provocaçoes do governo, onde ja se viu no lugar de dialogar e chegar-se a um consceço ataca o outro irmao, este pais e uma panela suja onde mesmo lavando nunca iria brilhar.

  2. jose mudaissua disse:

    Quem lhe viu no curandeiro? Oh se estava que bom,,, quem que nunca foi no curandeiro na vida?Essa é cultura africana, não podemos deixar de fora..

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.