POLÍTICA

“Estou com o coração a sangrar!” diz Galiza Matos sobre os Comerciantes queimados em Cheringoma

O massacre que vitimou seis pessoas, na passada sexta-feira (12), no distrito de Cheringoma, na província central de Sofala, continua a dar no que falar.

A polícia da República de Moçambique está acusando os Homens Armados da Renamo de terem cometido o crime, por outro lado, dois sobreviventes estão a contar o contrário. Em contacto com a Soico TV , garantiram que foram as Forças de Defesa e Segurança que fuzilaram e queimaram os comerciantes.

O assunto está dominando as redes sociais, desde grupos de whatsapp e facebook. Muita gente tem deixado o seu parecer sobre a situação.

No passado sábado, o deputado do partido no poder, Galiza Matos, disse que o seu coração está sangrando com a situação.

“Há algo que o TPI ou a Amnistia Internacional digam sobre tamanha barbárie? Estou com o coração a sangrar!”, escreveu Galiza Matos Jr, na sua conta pessoal do Facebook.

galiza matos

O deputado da Frelimo tal como a PRM, também atribuiu o crime aos Homens Armados leais ao líder do maior partido da oposição em Moçambique, Afonso Dhlakama.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. antonio disse:

    Era de esperar este tipo de intervençao proprio de kem mata e reza, tal como sucedeu c sistac, Macuacua e outros!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: