POLÍTICA

“A simples nomeação de governadores sugeridos por Dhlakama, pode ser um presente envenenado” diz Raul Domingos

O presidente do Partido Para Paz, Desenvolvimento e Democracia (PDD), Raul Domingos, considera positivo qualquer acordo entre o governo e a Renamo, desde que resolva o problema do conflito Armado.

Para o presidente do PDD, arranjos legais deverão acomodar processos de descentralização, para tender a valorização do voto do cidadão.

Raul Domingo, alertou a simples nomeação de governadores provinciais sugeridos pelo líder da Renamo, Afonso Dhlakama, pode ser um presente envenenado.

“Não pode ser apenas um governador, mas com toda a máquina a sua volta montada pelo governo do partido Frelimo.

Portanto, se esse governador ter competências de indicar administradores, tem competências de indicar os directores provinciais, tem competência de formar a sua equipe de trabalho, eu acho que ai teremos dado um grande passo.”

O antigo braço direito do líder do maior partido da oposição no país, defende que a revisão da constituição e outras leis para acomodar as reivindicações da Renamo devem ser  mais profundas.

“É necessário encontrarmos uma solução que permita que o voto do cidadão seja efectivamente valorizado (…) Imagine só, o vencedor, vence tudo, aquele que tem 51% é tido como vencedor, mas aquele que tem 49% não tem poder nenhum.

No entanto, é necessário que o sistema político que formos a adotar, permita que os 49% tenha efectivamente um peso no poder.”

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: