POLÍTICA

“A solução para o conflito armado é o desarmamento da Renamo” diz Galiza Matos

Durante uma das suas intervenções na Assembleia da República, Edmundo Galiza Matos Júnior, deputado do partido no poder,  disse que a única saída para por termo o conflito armado que se vive no país, é o desarmamento da Renamo e o diálogo.

Galiza Matos usou à Constituição da República para sustentar a ideia de que o maior partido da oposição no país deve se desarmar e fazer a luta política através das instituições e dos processos democráticos.

Por outro lado, o historiador moçambicano, Egídio Vaz, que representa a sociedade civil, disse que o país precisa de uma alternativa à governação actual e partilha de poder.

Veja o blog do meu parceiro http://www.jornalprime.com

Fonte: Moz Curioso

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

3 Comentários

  1. Sinto muito pelo que o Deputado Galiza diz!! Pois ele nao sabe nada sobre o que e a FRELIMO de facto!! O ditado que uma vez foi repetido pelo Ex-Chefe da bancada parlamentar da FRELIMO disse eu nunca me esqueci ha mais de 20 anos que ele disse : A MONTANHA E QUE PARIU O RATO!! Isoo para dizer que a proprio FRELIMO e que produziu a RENAMO!!!! Assim, cabe a propria FRELIA desarmar a sua criacao, Hoje o leopardo cresceu e que esta a pedir os vizinhos a ajudar a desarmar a sua criacao????? O Galiza, Ignorante da historia da FRELIMO e esta la por uma boleia se diz que saba da FRELIMO!!!! Enquanto a FRELIMO nao se reunir com Guebuza, Chissano, Gundana e companhia para fazer parar a revolta que tem com os camaradas internamente, a RENAMO nunca vai ser desarmada e acabar com os conflitos em Mocambique!!!
    Galiza nao sabe que Se Dlakama nao fosse LEBRE da FRELIMO ja o teriam morto ha bastante tempo!!!!
    Verdadeiramente, o povo deve revoltar contra a FRELIMO e a RENAMO porque ambos sao farinha do mesmo SACO!!!

  2. AILE disse:

    a solucao sera quando afrelimo comecar a ouvir asideias dos outros antes d ak 47, se continuar ko essa aideia de nao ouvir os outros, mesmo dzarmar arenamo os joves daquela era q vem vao aranjar arma e combater contra assassinos da frelimo., galiza come dinheiro da divida que roubaram nao tenta enganar as pessoas ningem vai-te ouvir, essa ideya e` tua so, primeiro dzaruma essa fir q sta matar o povo em vunduz e canda

  3. GERSON AZAFE disse:

    neste momento depois de muitos anos da tentativa de paz e tranquilidade. Os dois 2 beligerantes precisam concordar que nos tambem somos Mocambicanos. Iclua-nos numa CONVENCAO NATINAL, QUE NAO SO LEVA POLITICOS MAS A SOCIEDADE CIVIL, IGREJAS. LIDEREDOS PELOS SEUS PASTORES. ORGANIZACOES DE DIREITOS HUMANOS, EMPRESARIOS SE POSSIVEL. ASSIM SERA DEBATIDO O DESTINO DE MOCAMBIQUE. OS DOIS JA NAO REPRESENTAM TODOS OS MOCAMBICANOS. A NACAO SE VIROU VASSALO DE 2 MOVIMENTOS. PRECISAMOS DE LIBERDADE POR FAVOR ACETEM A MINHA IDEIA. A NACAO SOMOS TODOS NOS. CHEGA DE SOFRIMENTO DOS MOCAMBICANOS.
    viva a paz e a tranquilidae em todo o territorio nacional.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: