POLÍTICA

“A Renamo é vítima dos ataques, e não pode cruzar os braços” diz Afonso Dhlakama

O líder do maior partido da oposição no país, Afonso Dhlakama, falou ontem, quarta-feira (6), por telefone com a STV.

Dhlakama voltou a acusar o presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, e o partido Frelimo pela tensão política no país.

O líder da Renamo disse que as Forças de Defesa e Segurança continuam a Bombardear a serra da Gorongosa, com o intuito de acabarem com a sua vida.

“Sinto pena dele. Deve estar a fazer aquilo para tapar a vista das pessoas. Ele é membro da Frelimo desde jovem e sabe o que aconteceu em Roma. Os confrontos são de ambos os lados. Então temos que saber de onde vem cada ataque. Quem anda mil e quinhentos quilómetros, com blindados e canhões para vir bombardear aqui no Centro são homens da Frelimo, orientados pela mesma pessoa que parece ter pena das vítimas dos ataques. Portanto, é ele que está a perpetuar os ataques. Agora, o que devemos fazer é conversar para podermos chegar ao consenso, o qual pode nos permitir entender porquê há ataques”, disse Afonso Dhlakama, citado pela STV.

O líder da “perdiz” disse que a Renamo ataque por que está sendo atacado constantemente pelas Forças Governamentais.

“Há um lado que não quer a democracia e que nos ataca. A Renamo é vítima dos ataques, e não pode cruzar os braços porque também tem direito à vida e à segurança. Mas repito, é fácil acabarmos com tudo isto para sempre, desde que haja vontade”, finalizou Dhlakama.

O líder da Renamo acusou ainda o Governo de o querer matar para depois negociar, não estando muito interessado em levar as discussões em curso a bom-porto.

Fonte: Moz Curioso

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 Comentários

  1. jacks disse:

    o povo das 6 provincias tamos afalar que, mesmo os mediadores vier presdente DHLAKAMA nao pod sair nas matas ate afrelimo aceitar todos pontos, tamos cancado de votar outra pessoa e ser governados por outra pessoa, vamos falar apalavra de samora aluta continua!! porque afrelimo sta abituado nao aceita qualquer opiniao de outro partido sem deramacao de sangue

  2. joao disse:

    sim apoio essa ideia, o velho deve permanecer la ate acolocacao de novos governadores porque afrelimo stao prontas para fazer o que fizaram na beira, como pod sair antes de assinar sessar fogo ?

  3. fernandosabao disse:

    Desarmar a Renamo sim mas tambem haver disponibilidade na parte de governo em termo negocial,nao desarmar pela boca atoa.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: