POLÍTICA

” A PRM tudo fará para evitar que a Renamo governe à força” diz Inácio Dina

A Polícia da República de Moçambique (PRM) avançou que pretende “acabar com atos criminosos e monstruosos” praticado pelo maior partido da oposição no país, considerando que tudo fará para evitar que a Renamo governe à força as regiões onde reivindica vitória eleitoral.

“O nosso mandato é acabar com atos criminosos e monstruosos da Renamo “, disse o porta-voz do comando-geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Inácio Dina, citado pela agência Lusa, durante a conferência de imprensa de balanço semanal das atividades policiais.

Inácio Dina, salientou que apesar das negociações as autoridades continuam a registar mortes devido aos ataques a civis perpetuados pelos homens Armados da Renamo na região centro do país.

De acordo com o porta-voz da PRM, na semana passada, três pessoas foram assassinadas em ataques imputados pelas autoridades a homens da Renamo, incluindo o régulo de Muxúnguè, distrito de Chibabava, província central de Sofala, morto a tiro na noite de quinta-feira na sua residência.

Inácio Dina disse que as autoridades estão a reforçar a sua presença nas comunidades no centro, principalmente em áreas de influência do maior partido de oposição.

“Trata-se de uma violação escrupulosa dos direitos humanos”, declarou, observando que “a Polícia de República de Moçambique tudo fará para evitar que a Renamo coloque em prática o suposto plano que anunciou”.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: