POLÍTICA

“O primeiro ponto é a governação imediata das seis províncias. Sem isso nada feito” diz Dhlakama

As negociações entre o maior partido da oposição no país e o governo encontram-se temporariamente suspensas.

O coordenador da equipa dos mediadores, o italiano Mario Raffaelli garantiu que a falta de entendimento entre as duas partes e motivos logísticos para os próprios mediadores são entre outros motivos as razões da suspensão.

Tudo leva a crer que as negociações irão retomar no dia 8 de Agosto. Mas engana-se quem pensa que a coisa vai ser mole.

O líder do maior do maior partido da oposição, Afonso Dhlakama, continua com a ideia de governar as 6 províncias onde alega ter ganho nas últimas eleições.

Segundo avançou o semanário Canal de Moçambique, dessa semana, o líder da perdiz disse “o primeiro ponto é a governação imediata das seis províncias. Sem isso nada feito”.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: