POLÍTICA

Mediadores Internacionais foram forçados a pagar as despesas da sua estadia no país

No passado dia 20 de Julho os mediadores internacionais desembarcaram no aeroporto internacional da Capital moçambicana, Maputo, com o intuito de mediar o diálogo entre o governo e o maior partido da oposição no país, e acabar de uma vez por todas a tensão política e militar, que vem se alastrando desde a divulgação dos resultados das últimas eleições no país, onde Filipe Jacinto Nyusi e o partido Frelimo foram os grandes vencedores.

Segundo avançou o semanário Canal de Moçambique, na edição dessa semana, os mediadores Internacionais forçados a pagar as despesas da sua estadia na nossa pérola do índico.

De acordo com a fonte citado acima, os termos de referência não ofereciam nenhum estatuto diplomático nem segurança aos mediadores durante a sua estadia no país.

Importa referir, que ontem, quarta-feira (27), a equipa de mediadores internacionais nas negociações entre o Governo e a Renamo,  anunciou a suspensão das negociações por 10 dias para regressarem aos seus países.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.