BIZARRO

Holandesa é presa e condenada após queixar-se de violação no Qatar

Um tribunal do Qatar condenou, ontem, segunda-feira (13), a um ano de prisão ou pagamento de multa a uma holandesa que foi drogada e violada numa discoteca de alto nível em Doha, Qatar.

A jovem de 22 anos, apenas identificada como Laura, estava de férias na altura do incidente, 14 de Março. Ao apresentar a queixa à polícia do Qatar, ela foi detida e permaneceu nas celas até hoje.

Além da pena suspensa de um ano, Laura foi multada em 800 dólares americanos e logo que pagar será deportada.

A acompanhar o processo, a embaixadora da Holanda no Qatar, Yvette Burghgraef-van Eechoud, declarou aos jornalistas que os seus serviços vão ajudar Laura a deixar Doha.

“Faremos tudo para que ela deixe o país o mais cedo possível”, disse a diplomata, acrescentando que a mulher pode sair do Qatar nos próximos dias.

O homem que violou a jovem holandesa, identificado como Omar Abdullah al-Hasan, foi condenado por ter relações sexuais fora do casamento e consumir álcool, práticas ilegais no Qatar. A sentença é de 100 chicotadas por adultério e mais 40 chicotadas por beber álcool.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: