POLÍTICA

Malauí ameaça abandonar as estradas moçambicanas devido a tensão política

O governo malauiano pode deixar de usar as estradas da nossa pérola do índico devido a tensão política e militar que o país vive.

Malauí diz que já perdeu cerca de 2 milhões de meticais, devido à destruição de camiões malauianos nas estradas nacionais.

Segundo avançou a Rádio Moçambique (RM), as autoridades daquele país, apontam a destruição no distrito de Bárue, província de Manica, de quatro camiões que circulavam na Estrada Nacional número sete (EN7), a partir do porto da Beira para o Malauí.

Segundo a fonte citada acima, Malauí equaciona, agora, a utilização da rota do país vizinho Zâmbia, o que implica que camiões malawianos, terão de passar da Zâmbia até ao Zimbabwe, para importar ou transportar combustível a partir de Harare até Lilongue ou Blantyre.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: