POLÍTICA

Forbes considera José Eduardo dos Santos o segundo pior Presidente em África

A prestigiada Revista norte-americana Forbes considerou o presidente Angolano, José Eduardo dos Santos, como o segundo pior presidente em África, logo a seguir ao seu homólogo da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema.

A revista Forbes lembra que o chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, chegou ao poder 1979, depois da morte natural do seu antecessor Agostinho Neto, e para seu descrédito tem conduzido o país como se gerisse a sua própria empresa.

No artigo assinado por Mfonobong Nsehe, pode ler-se que a governação do Presidente se tem pautado por casos de nepotismo, onde o primo ocupa o cargo de vice-presidente e a sua filha é a mulher mais poderosa em Angola.

A Forbes destaca ainda que, segundo a Agência Internacional para o Desenvolvimento, o país é extremamente rico em recursos naturais, sendo o segundo maior produtor de petróleo na África Subsariana e ocupa o quarto lugar no ranking mundial na produção de diamante bruto.

Todavia e apesar dos recursos existentes no país, 68% da população vive no limiar da pobreza, a educação é gratuita, mas sem qualidade, 30% das crianças estão subnutridas, a esperança média de vida é de 41 anos e o desemprego elevado.

O artigo avança que em vez de partilhar o crescimento económico de Angola com a população, José Eduardo dos Santos conduz uma política de intimidação, sobretudo nos meios de comunicação social e canaliza os fundos do Estado para contas pessoais ou de familiares. A Forbes dá ainda o exemplo de que a família do chefe de Estado controla o sector económico no país, e que a sua filha serve-se do poder do pai para comprar activos em empresas portuguesas, como é o caso da ZON Multimédia, Banco Espírito Santo e Banco Português de Investimento, entre outros.

De referir que o relatório publicado na revista norte americana classifica o presidente Robert Mugabe do Zimbabué, o rei Mswati II da Suazilândia e o presidente do Sudão, Omar Al-Bashir, na terceira, quarta e quinta posição respectivamente.

Em entrevista a João Matos, Nelson Pestana, investigador da Universidade Católica em Luanda, comenta o artigo da revista norte-americana Forbes.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

15 Comentários

  1. Klofétche disse:

    A CPLP comanda em todos os aspetos, piores Presidentes e em termos de direitos humanos também está em frente nos pots de violadores, quando se diz Angola, a minha Guiné-Bissau também segue as mesmas pegadas de intimidação, rumo a ditadura.

  2. joao disse:

    Sera lembrado como um presidente corrupto… Bom legado

  3. Francisco Pacavira Bernardo disse:

    A FONTE?

  4. Jeremias Angelo Lutongo disse:

    Investigação feita por intermédio de explicações pré-concebidas, sem fundamentos,nem sustentações credíveis quer objectivas bem como materiais. No entanto existem Países piores do que Angola que ascenderam a independência ha mais de 100 anos, que sua evolução é lastimável em relação Angola. Alcançada a paz em 2002, há evolução nos diferentes sectores da vida do País…

    • Sr. Jeremias Lutongo,
      Só pode vender essa ideia a quem não conhece o seu país.
      A mim não, conheci a realidade no seu país em 2014. O sr. só pode estar bem na vida e não está na Angola que eu estive. Deixe se de mentiras, seja honesto consigo próprio.

      • Apesar de haver Angolanos que defendem o presidente Eduardo dos Santos até porque já sabemos que existem sim os bajuladores. Não vejo nenhuma inverdade nas informações ora prestada. Angola existe sim má distribuição nos recursos e rendimentos . E tem sim um responsável e pelos vistos esta bem identificado. Cresce os bolsos da família do presidente e seus comparsa mas a população é extremamente pobre. A educação e a saúde são debilitada. Morrem anualmente milhares de pessoas nos hospitais. Os medicamentos são desviados, os recursos doados e sobre tudo meios materiais para saúde desaparecem e não ha responsabilização. Quem crítica o presidente sofre processos judiciais e sobre tudo cadeia. É tanta coisa que aqui não chega para frisar. Olha nunca houve eleições livres e justas. Neste momento quem está conduzir o processo eleitoral é o MAT. Que um órgão auxiliar ao presidente da República. O fundo Soberano e a Sonangol esta sobre alçada dos filhos. É o que mais. Digam!?

  5. Jeremias Angelo Lutongo disse:

    Angola cresce e se renova cada dia. Aconselho-vos a viajar para Angola só assim terão informações credíveis com factos comprovativos.
    Não lumitem-se apenas a ouvir porque isto nunca vai ajudar a melhorar o vosso sistema de pesquisa.
    Desde 2002 que Angola foi reconciliada entre Angolanos tudo começou de novo. Porque o pouco que o colonialismo português deixara tinha sido destruído pelos conflitos que assolaram o País. Hoje há uma outra realidade. Temos o que os Portugueses nunca deixaram, há inovações nos vários domínios da vida social, política, económica, Cultural, filosófica, religiosa, etc. Parem de julgar mal o meu País porque ainda existem os piores onde não tem merecido vossa atenção!

  6. É verdade que o presidente Dos Santos está a muito tempo no poder. Mas não é verdade que ele está de forma injusta neste cargo, porque todas eleições realizadas em Angola foram consideradas pelos observadores internacionais. Também não é verdade que o país não está a mostrar sinais de avolaços, progressos… O país alcanso a paz apenas em 2002 e de lá para cá, muita coisa mudou pela positiva. É verdade sim que há ainda muito que se fazer em torno do desenvolvimento, da estabilidade macroeconómica, para o melhoramento das condições sociais e de saneamento. O sistema de saúde é frágil, a educação é frágil…
    Agora a forbe ou seja, os Americanos e outros aproveitadores devem sim reconhecer que é preciso tempo para se recompor dos estragos que a guerra financiada por eles e outros ocidentalistas não poupou nada nem ninguém. Queridos foram mais de três décadas de conflitos, o povo quer melhorar as suas condições de vida

  7. antonio disse:

    Boa tarde! Sou Antonio M.Cuanga, 23 anos, estudante …
    .
    Para dizer que só o nacional pode ver o logico, todo bem! Como todo e qualquer pais temos muitos problemas para resolver, e que o governo tem trabalhado no sentido… não vamos fazer comparaçõe erradas, desde 2002 este pais está num bom ritimo, as coisas hoje não vão muito bem, pois isto é mundial! Obs:vamos todos trabalhar para o rumo melhor… 2002-2016

  8. A vida é feita de contrariedade e atropelos, eu não estou interessada quem foi o pior presidente na América ou num resto do mundo, porque que agora todos os países só querem saber de Angola….
    Vocês deveriam procurar as histórias e investigarem mas sobre quantos negros perdem a vida diariamente no país como América (EUA) que maioritariamente estruturado pelo racismo e desigual racial e que nunca o negro será livre, e que não tem povos de origem…

    Deixem Angola para os Angolanos..

  9. Kalumbo Ndakava disse:

    Eu sou angolano a todos os títulos! Eu conheço Angola melhor que muitos governantes e dirigentes. Sendo patriota que sou, não posso deixar de reconhecer que houve crescimento ao contrário de desenvolvimento que muitos bajuladores defendem em vários sectores da vida do país. Mas, temos de ser franco e coerentes em admitir que falta muita coisa por se fazer e dentre elas as questões básicas que tem que ver com o saneamento básico, energia elétrica, o combate a má nutrição, a corrupção, o nepotismo e amiguismo bem como o essencial que é o respeito pela lei e dos direitos humanos.
    Precisamos ter coragem em agradecer o esforço do senhor presidente e dizer que já não tem mais nada a dar ao país porquanto à sua longevidade no poder encravou o crescimento do país. Assim, desafio qualquer governante ou defensores do regime, a me provar que não é verdade que em angola 80 por cento da população consome água não tratada como a mídia faz crer.

  10. Josimar Miguel disse:

    Infelizmente para os angolanos, pois este é a triste realidade têm que auturar este senhor e não há quem os livre dele.

    Este que diz que não foi ele quem trouxe a pobreza nem que fez os pobres mas, que detém o poder há mais de 38 anos e nem com todos os recursos do país conseguiu reverter o quadro desastroso com as suas politicas terrivelmente desumanas.

    A única coisa que faz com o conhecimento e poder é simplesmente se enriquecer acumulando a riqueza usurpada ao país à ele e suas familias.

    Acusa o ocidente de todos os males existentes no país enquanto esconde os dinheiro que serviria para melhorar Angola. Acabando com a pobreza e etc..

    È o Anti-Cristo de Angola senão o próprio diabo… Porque será que foi a espanha se tratar se cá tem tudo?

  11. Josimar Miguel disse:

    Infelizmente para os angolanos, pois este é a triste realidade têm que auturar este senhor e não há quem os livre dele.

    Este que diz que não foi ele quem trouxe a pobreza nem que fez os pobres mas, que detém o poder há mais de 38 anos e nem com todos os recursos do país conseguiu reverter o quadro desastroso com as suas politicas terrivelmente desumanas.

    A única coisa que faz com o conhecimento e poder é simplesmente se enriquecer acumulando a riqueza usurpada ao país à ele e suas familias.

    Acusa o ocidente de todos os males existentes no país enquanto esconde os dinheiro que serviria para melhorar Angola. Acabando com a pobreza e etc..

    È o Anti-Cristo de Angola senão o próprio diabo… Porque será que foi a espanha se tratar se cá tem tudo?

    Crime contra a humanidade foram e continuam a ser cometidos diariamente em Angola, que Deus salve os angolanos. Amém

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: