BIZARRO

Ex-professora de Direito vira prostituta e ganha 150$ por hora

Uma advogada identificada por Cláudia de Marchi, abandonou carreira para virar prostituta de luxo, avançou a G1.

Segundo a fonte citada acima, a decisão de mudar de “profissão” aconteceu em abril do ano passado, quando Cláudia foi demitida do cargo de professora de direito.

Com muitas dívidas, a advogada decidiu inventar um nome interessante para os novos clientes. Como acompanhante, ela usa Simone Steffani. Até mesmo a mãe da loira já avisou que apoia o novo emprego da filha, que paga muito bem.

Professora

Ela não tem o menor receio de se esconder.

Com graduação e especialização, atualmente, ela ganha bem se prostituindo.

Ela chega a receber 150$ por hora.

Claudia ainda garante que não sai com qualquer um. Caso por qualquer motivo um cliente não a interesse, ela diz não. Nas redes sociais, ela ostenta fotos de biquíni e usando roupas minúsculas. “Faço também por gostar”, confessou a mulher, que agora não pensa tão cedo em mudar de carreira.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 Comentários

  1. Elcidio Paiva disse:

    So posso lamentar, anos de estudos para nada, prostituição fogooo que baxaria heim

  2. sozinho disse:

    Ela pensou, pensou. Com o auxílio da Universidade ela chegou a conclusão que tinha queda para aquilo que está abraçando agora como profissão, portanto, nada de julgamentos precipitados. De resto ser formada ou não, não define nosso futuro! Estamos na era da globalização.

  3. Armando Jose disse:

    E tambem se ela abandonou primeiro analisou e que nao estava ganhando apesar de se formar em relacao a nova profissao….

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: