BIZARRO

Bebé nasce três meses após morte da mãe

Parece uma história de contos de fada ou até mesmo filmes de fixão, mas trata-se de algo que ralmente aconteceu.

Nasceu, na terça-feira passada (7), um bebé do sexo masculino cujas últimas semanas de gestação ocorreram com a mãe em estado de morte cerebral.

Segundo avançou o portal português, Lusa, a cirurgia foi realizada por equipas de Obstetrícia e da Unidade de Neurocríticos do Centro Hospitalar de Lisboa Central.

A criança nasceu com 2,350 Kg, “após uma gestação de 32 semanas, sem complicações durante e após o ato cirúrgico”, afirma-se em comunicado.

A morte cerebral da mãe, de 37 anos, na sequência de uma hemorragia intracerebral, foi declarada no dia 20 de fevereiro, pelas 23h43.

Fonte hospitalar disse à Lusa que o parto decorreu no Hospital de S. José, em Lisboa, e que a criança se encontra na Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais da Maternidade Alfredo da Costa.

“Perante a gravidez em curso, a mãe foi avaliada pela Especialidade de Obstetrícia, que considerou que o feto se encontrava em aparente condição de saúde. Após parecer da Comissão de Ética e Direcção Clínica do CHLC e numa decisão concertada com a família de S. e família paterna da criança, foi acordada a manutenção da gravidez até às 32 semanas, por forma a garantir a viabilidade do feto”, acrescenta-se.

Trata-se do período mais longo alguma vez registado em Portugal – 15 semanas – de sobrevivência de um feto em que a mãe está em morte cerebral.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: