ÚLTIMA HORA!

ÚLTIMA HORA: Edil do município de Lichinga foi detido

Informações de última hora, dão conta que o Edil do Município de Lichinga, Saíde Amido, foi detido na manhã de hoje, quarta-feira, por motivos de má gestão e desvios de fundos.

Segundo avançou a juíza do Tribunal Judicial de Lichinga, Sónia Piquitai, durante a conferencia de imprensa, o edil de Lichinga é indiciado de corrupção passiva e abuso de poder.

“Houve uma acusação e o juiz ao receber o processo analisou-o e constatou que existem fundamentos claros para que fosse decretada a prisão preventiva. Face à esta posição da justiça, Saíde Amido foi preso com base em mais do que um processo contra ele”, disse Piquitai

Importa referir que em 2014 presidente do conselho municipal de Lichinga, norte do país, e outras figuras influentes da FRELIMO, foram acusados de usurpar terrenos onde deveriam ser construídas casas para populações carentes.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

2 Comentários

  1. seja bem vindo a comentario

  2. Alcinda da Conceição disse:

    Sinceramente… Isso significa um desrespeito total dos 27000000 milhões de moçambicanos, se ainda estão vivos. Sr. Doutor Chissano, com todo o respeito que tenho por vós que lutasteis, aí falhou e de que maneira. O facto de serems camarada, não lhe dó o direito de ser advogado dos diabos. Para umas coisas, a constituiçãoñão é chamada. Podem-se fazer negócios à revelia da constituição. Para outras questões não. A questão dos governadores, a constituição já é chamada. Já reparou se tivessem acomodado a questão dos governadores, quantas vidas ter-se-iam poupado? Para vós, a vida daqueles que não professam a religião da Frelimo, não conta. Porque nos enganaram quando vieram lá da Tanzania. Dizer que lutaram pelo povo…

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.