POLÍTICA

PRM apreende camião que transportava mantimentos para homens da Renamo em Morumbala

Camião que transportava mantimentos para os Homens Armados da Renamo foi apreendido pela Polícia da República de Moçambique (PRM) em Morrumbala.

Segundo avançou o Diário da Zambézia, na sua versão eletrônica, tudo aconteceu no domingo passado (22), quando o camião pertencente a um comerciante Paquistanês, foi interceptado pela PRM e daí conduzido ao Comando local e o motorista foi detido de imediato.

Segundo a fonte citada acima, no referido camião  havia farinha de milho, açúcar, sardinhas, óleo entre outro tipo de viveres que seriam para entregar aqueles homens.

Essa é a segunda vez que o camião é intersetado pelas autoridades moçambicanas. No sábado passado (21), quando o mesmo camião foi interceptado pelas Alfandegas e regressou a proveniência, isso é, a sede do distrito. Já no dia seguinte, domingo ao cair do dia, o camião partiu, mas também não chegou ao destino.

Depois dos homens da Renamo tomarem conhecimento sobre este assunto, escreveram uma carta apelando a PRM para que libertasse o camião antes que o pior acontecesse. Todavia, o homem que trazia esta carta (o mensageiro), foi preso pela polícia com alegação de que ele é também homem da Renamo que está matar pessoas.

Segundo avançou o Diário da Zambézia, neste momento, a vila de Morrumbala está sob alerta máximo não se sabendo o que vai acontecer em casos daquele camião não ser liberto.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários

  1. john disse:

    frelimo devolve coisa do dono stao aprovocar sozinho nao chore quando vos dar purada

  2. quem provoca o lixo com uma sugeira rigida.aguento com o cheiro.voces da frelimo nao provoqem O LEÃO enquanto esta em digestao.ou nao provoqem o leao com a vára curta

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: