POLÊMICAS

Mãe vende filha de apenas nove anos por 50 mil meticais em Changara

Uma mulher de nacionalidade zimbabuana, vendeu a própria filha de nove anos de idade por 50 mil meticais, no distrito de Changara, na província de Tete.

Segundo avançou a Rádio Moçambique, o comprador é um indivíduo de 40 anos de idade, que depois de comprar a menor assassinou a mesma para a extração de órgãos, supostamente para fins supersticiosos.

A mãe que confessou ter vendido a menor, assegurou que ainda não recebeu o dinheiro, porque o comprador prometeu pagar, os 50 mil meticais depois de o negócio desse certo.

A menor foi encontrada morta e com os seus membros extraídos, facto que enfureceu a população, que incendiou a residência e a viatura do suposto comprador da criança.

A mãe da meno e o comprador encontram-se a ver o sol nascer aos quadradinhos nas celas da Polícia da República de Moçambique naquela parcela do país.

A população queimou a casa e o carro do comprador, alegadamente por este era permitido pela PRM ir dormir na sua residência e nas manhãs retornava à sua cela, onde aguarda pela tramitação do seu processo para o julgamento.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: