ECONOMIA

Economistas dizem que a dívida moçambicana é insustentável, mas o governo diz o contrário

O governo moçambicano precisa de um resgate, por que não tem capacidade para pagar a elevada dívida externa da nossa pérola do índico, avançou António Francisco,  director do Instituto de Estudos Económicos e Sociais.

Mas o governo moçambicano afirma que a dívida externa moçambicana, estimada em mais de nove mil milhões de dólares, ainda é sustentável.

Segundo avançou a Voz de América, alguns economistas moçambicanos consideram que essa sustentabilidade se baseia na expectativa de que a dívida possa ser paga através de rendimentos resultantes da exploração de certos recursos, sobretudo o gás natural.

Uma posição que António Francisco não concorda, o mesmo refere que a dívida já não é sustentável em termos de capacidade produtiva e do investimento que está a ser realizado.

“Vimos a retracção do investimento, vimos as agências do rating que colocam Moçambique na situação de incumprimento”, acrescentou o director do IESE.

Francisco é de opinião de que o governo moçambicano joga com essa posição “na expectativa de que se vier a ter rendimentos possa vir a cobrir mas, obviamente, que agora que os doadores abandonaram o orçamento, o principal actor económico que devia inspirar confiança, que é o Estado, deixou de inspirar essa confiança”.

“Vamos ver se o Estado vai conseguir recuperar a confiança dos credores. O ministro das Finanças, Adriano Maleiane, disse recentemente, que precisava de quase 300 milhões de dólares de pagamento de dívida e nós vamos ver onde é que ele vai buscar esse dinheiro”, frisou.

Recordou que o próprio ministro das Finanças teve que renegociar a dívida da Empresa Moçambicana do Atum – EMATUM, “e agora apareceram outros endividamentos que não estão renegociados, e não sabemos como é que isso vai ser feito, pelo que, muito provavelmente, vão ter que aceitar um resgaste para poder gerir este endividamento”.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. Luis Armazia disse:

    Minha opniao se realmente o Sr é economist graduado deveria trazer sugestoes e nao apenas instigar o povo. Porque não fica calado e deixar que os outros trabalhem?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.