NOVIDADES

Banco Mundial suspende ajuda financeira directa a Moçambique

O Banco Mundial suspendeu a ajuda financeira directa a Moçambique, juntando-se ao Fundo Monetário Internacional que muito recentemente também suspendeu ajuda orçamental após terem conhecimento que Moçambique tinha dívidas ocultas avaliadas em mais de 2 biliões de dólares, avançou o Jornal Wall Street.

Segundo a fonte a cima, o Banco Mundial continuará a financiar projectos de investimento individuais, mas vai atrasar pagamentos de aproximadamente US $ 40 milhões este ano para o apoio orçamental directo.

O Banco Mundial previa fornecer aproximadamente $ 110.000.000 este ano para o apoio orçamental directo, dos quais US $ 70 milhões já foram desembolsados.

Essa decisão acaba sendo mais um golpe para um dos países mais pobres do mundo, que depende fortemente de doadores internacionais que fazem contribuições para alimentos, remédios, escolas e outros itens essenciais.

“O Governo não pode pagar por educação, não pode pagar os seus hospitais, nem resolver os seus sociais”, lembra Nigel Morgan, director de Rhula Intelligent Solutions, uma consultoria de gestão de risco com base em Moçambique.

Por seu lado, Lucie Villa, vice-presidente e analista sénior de um grupo de risco soberano da Moody ‘s Investors Service, citado pelo WST, considera que a agência de classificação está a acompanhar atentamente a situação de Moçambique porque sem o apoio do FMI a capacidade do país para conseguir dinheiro a partir de doadores ou investidores será limitada devido a preocupações com a liquidez do país.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. luis teixeira disse:

    Os corruptos (máfia) tem que acabar, maior parte dos governantes tem contas surradas no estrangeiro
    .

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: