POLÍTICA

“Não entremos em pânico, continuemos focados nas nossas actividades laborais” diz Carlos Agostinho

O número dois de Moçambique, Carlos Agostinho do Rosário, deslocou-se aos Estados Unidos da América na segunda-feira passada, três dias depois do Fundo Monetário Internacional ter anunciado o cancelamento da viagem de avaliação da economia de Moçambique.

No dia seguinte, terça-feira (19), o primeiro Ministro moçambicano encontrou-se com a directora-geral do FMI. Num encontro onde foram abordadas e esclarecidas matérias relativas a dívida pública do país bem como passados em revista aspectos relativos a cooperação e perspectivas de assistência técnica financeira do FMI à Moçambique.

Na quarta-feira (20), Carlos Agostinho reuniu-se com o Departamento de Estado norte-americano e com o Banco Mundial.

Após as conversações, o primeiro ministro usou a sua página pessoal do facebook para compartilhar o que aconteceu durante as negociações.

Carlos Agostinho reconheceu que a situação do país não é nada boa, mas apelou os moçambicanos a manterem a calma.

“Boa tarde meus caros compatriotas e facefriends, espero que estejam bem de sáude. Como devem ter acompanhado tive que efectuar uma visita de trabalho a Washington D.C para manter um conjunto de encontros e tratar de questões relacionadas com a dívida pública do nosso país. Neste contexto, como devem já ter acompanhado através da imprensa nacional e internacional reuni-me sucessivamente com a Directora Geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde; com representantes do Banco Mundial e do Governo dos Estados Unidos da América (EUA). Em breve o Governo irá partilhar oficialmente, pelos mecanismos apropriados, os resultados desta Missão. Mas apraz-me adiantar que até aqui os encontros produziram resultados encorajadores. Há da nossa parte (como Governo) consciência de que esta situação (criada em 2013 e 2014) está a preocupar e a deixar, de certa forma, “agitados” muitos compatriotas. Não entremos em pânico compatriotas, continuemos focados nas nossas actividades laborais/produtivas. A nível do Governo estão em curso os processos e passos conducentes à rápida normalização das relações de cooperação com as instituições de Bretton Woods e o Governo norte Americano. Menos dias mais dias iremos superar este desafio. Precisamos é de serenar os ânimos. Um abraço e até breve compatriotas!”, escreveu Carlos Agostinho do Rosário.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: