POLÍTICA

Doadores de Moçambique aguardam explicações do Governo

Após ter sido tornado público os empréstimos que o governo não havia revelado, os doadores de Moçambique exigem explicações .

“Estamos a aguardar informações adicionais do Governo em relação a este assunto”, disse Irina Nyoni, embaixadora da Suécia em Maputo, citado pela Lusa.

A Suécia é um dos principais doadores do grupo de 14 países e instituições que financiam o orçamento nacional.

Outro doador ouvido ontem, Quarta-feira, pela Lusa considerou que “a situação é muito grave” e espera que o Governo moçambicano o reconheça.

“Partilhamos o sentimento expressado pelo FMI [Fundo Monetário Internacional] sobre a necessidade de uma análise completa relativamente à dívida pública”, disse o representante deste doador e que pediu para não ser identificado.

O parceiro internacional contactado pela Lusa salientou que há “princípios básicos” na relação com o Governo moçambicano e que a existência de empréstimos desconhecidos levam a que “não seja muito fácil justificar o desembolso dos apoios”.

Uma eventual suspensão dos pagamentos, envolvendo cerca de 200 milhões de dólares até julho, vai depender da reação do Governo moçambicano, observou o doador, e da forma como vai trabalhar para “reconquistar a confiança” da comunidade internacional.

“Todos nós estamos à espera de notícias de Washington e do resultado das conversas com o FMI”, declarou, esperando ainda que o Governo seja rápido nos seus esclarecimentos.

Fonte: Lusa

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. Manhungwe disse:

    Esses políticos mocambicanos, ladrões sem vergonha irresponsaveis, se calhar podem enganar aos coitadinhos do povo mocambicano, mas não aos europeus! Mal agradecidos corruptos ignorantes só sabem destruir com toda ganancia de encher o cú deles e das famílias deles.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: