POLÍTICA

Yá-Qub Sibindy diz que o país precisa voltar as Urnas para eleger novo Líder

A crise política e militar que o país vive, juntou na quarta-feira passada, partidos com e sem assentos parlamentares. Onde o objectivo era único, a busca da solução.

O presidente do partido Independente de Moçambique (PIMO), disse que não estão claras as razões que levam o país a uma segunda guerra. Na sua opinião, o país precisa voltar as urnas para eleger dirigentes que possam evitar a crise política.

Ya-qub Sibindy presidente do PIMO

Veja Também:

Pesquisadores revelam que Barack Obama tem parentesco com Adolf Hitler

Renamo diz estar disponível para negociar com o governo, mas reafirma que vai começar a governar em Março

Família Sidat ofereceu a casa onde vai funcionar a Associação dos enfermeiros de Moçambique

“Se os dois não conseguem dirigir os moçambicanos, que convoquem novas eleições para eleger bom líder para este país”, disse  Yá-Qub Yaqub Sibindy.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: