POLÍTICA

RENAMO denuncia assassinato e detenções de seus membros no país

O maior partido da oposição no país, durante a conferência de imprensa havida na cidade de Maputo, denunciou e condenar veementemente o assassinato de um dos seus membros, alegadamente raptado na cidade da Maxixe e baleado algures da cidade de Inhambane.

Na referida conferencia de imprensa, António Muchanga, denunciou também, as prisões de seus membros na cidade de Chimoio, na província central de Manica.

“Denunciar e condenar as prisões arbitrárias dos membros da Renamo no bairro bloco 9 na cidade de Chimoio, na noite do dia 4/03/2016, nomeadamente o senhor Elias Tomás Vinte, o senhor Francisco Magalhães, o Senhor Filipe Maphossa e Elias Waguamba”, disse Muchanga

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: