POLÍTICA

PRM acusa a Renamo de ataque a viaturas no troço Save-Muxúnguè

A Polícia da República de Moçambique (PRM) acusa a “Perdiz” de ter atacado viaturas na estrada nacional número 1, mas concretamente no troço Save-Muxúnguè, província de Sofala.

“Foram os homens armados da Renamo que atacaram as cinco viaturas no troço entre o rio Save e Muxúnguè”, disse a porta-voz da PRM ao nível da província de Sofala, Sididi Paulo,  citado pela Lusa.

Os ataques, segundo a descrição de Sididi Paulo, aconteceram por volta das 05:30 e às 07:00, tendo deixado, além de feridos, danos nas viaturas envolvidas.

“A Polícia já está no local e prosseguem as investigações”, acrescentou a porta-voz da PRM, salientando que “este tipo de atitude é inaceitável e deve ser combatida”.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: