Sem categoria

Cinco mil moçambicanos encontram-se nos centros de refugiados em Malauí

Mais de cinco mil moçambicanos encontram-se nos centros de refugiados no vizinho Malauí, devido os confrontos militares entre os homens armados da Renamo e as Forças de defesa e segurança na região centro do país.

Segundo avançou a Rádio Moçambique (RM), a porta-voz do governo, Ana Comoana, no fim da quarta sessão do Conselho de Ministros, disse que uma delegação do governo, chefiada pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Balói, constatou que os moçambicanos refugiaram-se no Malauí, devido a questões naturais e sociais.

A porta-voz do governo avançou ainda, que a comissão garante que há condições mínimas de sobrevivência nos centros para os refugiados.

Entretanto, o governo vai continuar a trabalhar para a manutenção da paz no país, bem como, criar condições de vida nas suas zonas de origem para que regressem às suas casas.

Importa referir, que o governo apreciou ainda, nesta sessão, dentre outros assuntos, a situação de emergência no país, provocada pela seca na região sul e centro, e enxurradas no norte de Moçambique.(RM)

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: