SOCIEDADE

Virgindade dá direito a bolsa de estudo na África do Sul

Virgindade dá direito á bolsa de estudo numa província da Sul Africana. A noticia foi avançada pelo jornal Obsevador, citando a Associated Press.

No município de Uthukela, na província de KwaZulu-Natal, as jovens que sejam virgens e assim se mantenham durante os anos de curso passam a ter acesso a este apoio, uma forma de combater o HIV, as gravidezes indesejadas e outras doenças sexualmente transmissíveis, mas a medida está a gerar polémica.

O país lida com um grave problema de HIV e de gravidez precoce e esta medida é encarada como uma forma de combater estes números negros nesta província da África do Sul. Segundo dados recuperados pelo Observador, há 6,3 milhões de pessoas infectadas com o vírus HIV e nas estatísticas estão ainda 20 mil gravidezes em raparigas em 2014, 223 delas de meninas que estavam ainda na escola primária.

As raparigas que concorreram à bolsa têm de se submeter a testes regulares. A forma de assegurar que continuam ‘puras’ é através de uma inspecção ao hímen, feita por uma mulher idosa. Dudu Mazibuko, presidente de Uthukela, garante que as jovens entram neste programa de livre vontade, mas isto não invalida que gere revolta. Várias associações já acusaram os responsáveis de “sexismo” e “limitação da liberdade” das jovens.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. Gidi disse:

    Muito interessante

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: