SOCIEDADE

Autoridades desconfiam que os milhões apreendidos possam estar relacionados com actividades terroristas

As autoridades policiais da África do Sul suspeitam que os milhões de dólares norte-americanos apreendidos no passado dia 25 de Dezembro na posse de dois cidadãos moçambicanos, identificados pelos nomes de Hassan Momade e Abdul Ahmed, podem estar relacionados com os raptos que assolam as cidades de Maputo, Beira e Nampula ou mesmo com o financiamento de actividades de terroristas islâmicos.

De acordo com a @Verdade, o advogado de defesa dos moçambicanos avançou que o cidadão identificado pelo nome de Hassan Momade, de 50 anos de idade, confessou ser o organizador do transporte ilegal do dinheiro, encontrado escondido num fundo falso da bagageira da viatura de marca Toyota, onde também viajava o cidadão identificado pelo nome de Abdul Ahmed, de 37 anos de idade, mas que seria apenas um passageiro.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: