POLÍTICA

100 homens da Renamo entregam-se com as suas armas

Cem homens armados da Renamo entregaram-se ontem voluntariamente às autoridades governamentais, na cidade da Beira, Província de Sofala, justificando a atitude com o argumento de que já não estavam a suportar a vida que levavam nas matas.

Segundo explicação dada pelo porta-voz do grupo, major Chico António Estêvão, o grupo tem confiança no Governo de que a sua vida vai melhorar, porque os outros homens da Renamo que se entregaram viram a sua situação mudar, os seus filhos já vão à escola e eles têm casas melhoradas.

“Eu estou desde 1982 a combater.Não tenho nada. Os meus filhos não estudam. Trabalhei sem salário”, disse Chico António.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário

  1. Antonio Thebo disse:

    Esses sao malucos, foram comprados nem sao da Renamo se calhar

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: