POLÍTICA

Novo presidente de Tanzânia acaba com subsídios parlamentares e não comemora dia da independência para poupar dinheiro

O novo presidente da República da Tanzânia está a pouco tempo no poder mas já conquistou o povo, graças a sua metodologia de governação. John Magufuli tem 56 anos e assumiu a liderança do país no dia 5 de Novembro de 2015.

Confira a seguir alguns cortes realizado pelo novo chefe do estado da Tanzânia :

• Pela primeira vez em 54 anos, a Tanzânia não vai celebrar oficialmente o dia da Independência, 9 de Dezembro, porque Magufuli defende ser “vergonhoso” gastar rios de dinheiro nas celebrações quando “o nosso povo está a morrer de cólera” – nos últimos três meses morreram pelo menos 60 pessoas vítimas de cólera

• Não há mais viagens para fora, as embaixadas deverão tratar dos assuntos no exterior. Se for necessário viajar, uma permissão especial deverá ser dada pelo Presidente ou pelo seu Chefe de Gabinete

• Acabaram-se as viagens em 1ª classe e
executiva– com excepção do Presidente, o Vice-Presidente e o Primeiro ministro

• Acabaram-se os workshops e seminários em hotéis caros, quando há tantas salas de ministérios vazias

• O Presidente Magufuli perguntou por que motivo os engenheiros recebem V8s (modelo de carro topo de gama) se as carrinhas são mais práticas para o seu trabalho

• Acabaram-se os subsídios. Por que motivo são pagos subsídios se vocês recebem salários; aplicável também aos parlamentares

• Todos os indivíduos ou empresas que tenham comprado empresas do Estado, que foram privatizadas, mas não fizeram nada com elas (passados 20 anos) ou as fazem recuperar imediatamente ou devem devolver ao governo

• John Magufuli cortou o orçamento da inauguração do novo Parlamento de 100 mil dólares para 7 mil dólares.

Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 Comentários

  1. pare si me que os a depotados que xtavao acostumados aganhar muito sem fazer nada vau abandonar o parlamento.

  2. eduardo kawindima disse:

    A Africa sempre teve bons princípios de liderança, mas os anbiciosos sempre deturparam a boa vontade dos lideres. Para tal é preciso que os africanos sejam mais unidos na resolução dos seus problemas, colocar em premeiro lugar o africano….

  3. Tome disse:

    Isso tinha que acontecer aqui. Mas pena que nao conseguem e fazem dividas fora do limite

  4. Alexandre disse:

    O presidente de Tanzânia tem toda sua razão cá fora nos bastidores há muito calor isto é um ministro de nível superior ganha 40x mais do salário mínimo igual ao do colega da carteira que ganha 8xmais do salário mínimo e carros de luxo com a nossa sociedade civil sem nem sequer uma boa refeição mínima por dia crianças a estudar em baixo do cajueiro com má nutrição nossos dirigentes pensem também um pouco para traz antes e depois muito obrigado

  5. sou eu disse:

    era o k o nosso PRESIDENTE DEVIA FAZER temos ministros e deputados a mais

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
%d blogueiros gostam disto: